Comprar antibióticos Online No Rx

Antibióticos conhecida como fortes medicamentos que combatem doenças bacterianas.

Os antibióticos são drogas amplamente utilizadas no tratamento e / ou prevenção de infecções bacterianas. Eles podem matar ou restringir o crescimento de bactérias. Um número limitado de antibióticos também possuem actividade antiprotozoária.

Mas só usado corretamente, os antibióticos podem salvar sua vida.

Eles quer matar as bactérias ou mantê-los de se reproduzir. defesas físicas do seu corpo normalmente pode levá-la de lá.

Mas vale a pena mencionar que os antibióticos não combater infecções causadas por vírus, tais como:

   Gripe (influenza)

Herpes.

Catapora.

Papeira, sarampo e rubéola.

vírus da imunodeficiência humana (HIV / AIDS)

papilomavírus humano (HPV)

A mononucleose infecciosa.

Telhas.

Se um vírus está fazendo você doente, tomando antibióticos pode fazer mais mal do que bem. O uso de antibióticos quando você não precisa deles, ou não usá-los corretamente, pode acrescentar a resistência aos antibióticos. Isto ocorre quando as bactérias mudar e tornar-se capaz de resistir aos efeitos de um antibiótico.

Quando você tomar antibióticos, siga as instruções cuidadosamente. É importante terminar o seu medicamento mesmo que se sinta melhor. Se parar o tratamento demasiado cedo, algumas bactérias podem sobreviver e re-infectar você. Não guarde antibióticos para mais tarde ou usar prescrição de outra pessoa.

É verdade que existem mais de cem tipos de antibióticos em uso hoje. No entanto, a maioria deles são feitos de alguns tipos de drogas:

Penicilinas: em amoxicilina e penicilina

Cefalosporinas: em Keflex e cefalexina

Macrolídeos: em E-Mycin, Biaxin e Zithromax

Sulfonamidas: em co-trimoxazole

Fluoroquinolonas: em Cipro, Levaquin, e Floxin

Aminoglicosídeos: em gentamicina

Tetraciclinas: Em Sumycin, Panmycin, e Vibramicina.

It`s importante mencionar que você precisa usar antibióticos cuidadosamente com álcool e pílulas anticoncepcionais.

A preponderância de estudos mostra antibióticos interferem com pílulas anticoncepcionais, tais como estudos clínicos que sugerem que a frequência de falha de pílulas anticoncepcionais causadas por antibióticos é muito baixo (cerca de 1%). Nos casos em que os antibióticos têm sido sugeridas para afectar a eficiência de pílulas anticoncepcionais, tais como para a rifampicina antibiótico de largo espectro, nesses casos, pode ser devido a um aumento das actividades de causar aumento da degradação dos ingredientes activos do comprimido enzimas hepáticas hepáticas ‘ . Efeitos sobre a flora intestinal, o que pode resultar em redução da absorção de estrogénios no cólon, também têm sido sugeridos, mas tais sugestões foram inconclusivos e controversos. Os médicos recomendaram que ser aplicadas medidas contraceptivas adicionais durante as terapias que utilizam antibióticos que são suspeitos de interagir com contraceptivos orais.

Interações entre álcool e alguns antibióticos pode acontecer e pode causar efeitos colaterais e diminuição da eficácia do tratamento com antibióticos. Enquanto o consumo razoável de álcool é improvável que interfira com muitos antibióticos comuns, existem tipos específicos de antibióticos com os quais o consumo de álcool pode causar sérios efeitos colaterais. Por isso, os potenciais riscos de efeitos colaterais e eficácia dependem do tipo de antibiótico administrado.

Antibióticos como metronidazol, tinidazol, cephamandole, latamoxef, cefoperazona, cefmenoxima e furazolidona, causar uma reação química disulfiram-like com álcool inibindo a sua repartição por desidrogenase acetaldeído, que pode resultar em vômitos, náuseas e falta de breath.In disso , a eficácia de doxiciclina e succinato de eritromicina pode ser reduzida por consumo de álcool. Outros efeitos do álcool sobre a atividade antibiótica incluem actividade alterada das enzimas hepáticas que decompõem o composto antibiótico.